quinta-feira, 25 de agosto de 2016

ONG SELECIONA ALUNOS PARA CURSAR PARTE DO ENSINO MÉDIO NO EXTERIOR

Estão abertas até o dia 7 de setembro as inscrições para o processo seletivo da AFS Intercultura Brasil que vai oferecer bolsas a estudantes para programas de intercâmbio na América Latina e na Itália. Podem participar os alunos do primeiro e do segundo ano do ensino médio da rede pública ou bolsistas da rede particular.
Durante o intercâmbio, o aluno vai cursar um semestre do ensino médio no país de destino. O embarque será no primeiro semestre de 2017.
Serão cinco bolsas para a Itália e 15 para a América Latina, sendo Argentina/ Uruguai (5 vagas), Colômbia (2 vagas), Costa Rica (4 vagas), Chile (2 vagas), e Paraguai (2 vagas).
Está incluso no programa as passagens aéreas, seguro médico, hospedagem, transporte e livros escolares.
Os candidatos devem ter médias acima de oito no boletim, não constar reprovação no histórico escolar, ter renda familiar bruta de até cinco mil reais, demonstrar interesse em viver uma experiência intercultural, residir em um estado onde o AFS atua, além de assumir os compromissos de promover o destino ao retornar ao Brasil, promover o Brasil no país de destino e enviar um vídeo durante a experiência e engajar-se como voluntário ao retornar.
Além do Distrito Federal, a instituição está presente nos seguintes estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.
O estudante pode se inscrever em apenas um dos processos, para concorrer às bolsas na Itália ou na América Latina. As inscrições para as bolsas da Itália devem ser feitas neste link, e da América Latina, neste link.


PESQUISADORA CRIA APLICATIVO QUE AUXILIA ESTUDO DE BIOLOGIA

Qual a melhor forma de assimilar o conteúdo em um dia de estudos? O tema é abordado pelo aplicativo gratuito Approvado, que pretende apontar ao aluno a melhor técnica para atingir um alto nível de aprendizado. O aplicativo foi desenvolvido pela professora Roberta Ekuni de Souza, da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), aluna de doutorado da Universidade de São Paulo (USP).
O Approvado auxilia candidatos a exames no estudo de biologia com técnicas de aprendizagem baseadas em pesquisas da área de neurociência cognitiva. A plataforma também faz parte da tese de doutorado de Roberta. “Queremos comprovar a eficácia da técnica do efeito do espaçamento”, explica. “Por meio de estímulos cerebrais robustos e da manutenção dos conteúdos de biologia, o aplicativo busca comprovar a maior eficácia com o entendimento e assimilação, em diferentes espaços de tempo.”
Outra técnica testada pelo aplicativo é a repetição, com o uso continuo e repetido de exercícios sobre um mesmo tema. “Alunos que estudam em véspera de prova podem até tirar boas notas. No entanto, já foi constatado que após uma semana, parte dos estudos cai no esquecimento”, atenta a pesquisadora.
Com os dados coletados no aplicativo, Roberta Ekuni colabora para a plataforma Retrieval Practice, dos Estados Unidos. No site, estão disponíveis outros estudos sobre práticas de memorização. Para os próximos meses, está previsto o lançamento de uma nova versão em português da plataforma, voltada aos curiosos sobre o tema no Brasil.
Conheça a plataforma Retrieval Practice

terça-feira, 23 de agosto de 2016

RESULTADO DA 1ª ETAPA DO PROCESSO SIMPLIFICADO PARA ORIENTADOR DO PIP


Confira o resultado processo seletivo simplificado para orientador do Projeto de Inovação Pedagógica. Em anexo o cronograma de entrevistas e prova prática de informática. Para a entrevista o candidato deverá apresentar a seguinte documentação:

1.    Contracheque (mês de julho) de professor e/ou suporte pedagógico do serviço público estadual; 2.    Apresentar certidão comprobatória da graduação (diploma, certificado)
3.    Termo de Concordância do chefe imediato.
4.    Termo de Compromisso do candidato.
5.    Comprovante de Residência. Perderá o direito à vaga na função de Orientador o(a) candidato que incorrer em qualquer das seguintes situações:
 1.    Não comparecer na data e horários determinados para efetivar a realização da entrevista e prova prática.
2.    Deixar de apresentar a documentação original solicitada para dia da entrevista.
3.    Constatar a qualquer tempo a falsidade ou a irregularidade na documentação entregue ou apresentada, haverá a perda da vaga, sem o prejuízo de outras medidas cabíveis.

 Clique aqui e confira o resultada da 1ª etapa 

SECRETÁRIA ENFATIZA NECESSIDADE DE PLANO DE CARREIRA, PISO SALARIAL E FORMAÇÃO DE DOCENTES

Com a responsabilidade de esclarecer junto a estados e municípios do país como funciona o sistema educacional brasileiro, a Secretaria de Articulação com os Sistemas de Ensino (Sase) vai além. Instrui os entes federados sobre o repasse e aplicação de recursos, e também sobre a prestação de contas. Para isso, atua com a colaboração de três diretorias: de valorização dos profissionais de educação, de sistemas de educação e de planos de educação.

À frente da secretaria, Regina de Assis é a entrevistada dessa semana do programa Educação no Ar, da TV MEC, transmitido pela TV NBR. No bate-papo, a professora destaca que o Brasil é uma federação regida pelo princípio da colaboração, em que o governo federal apoia estados e municípios e vice-versa. “Para que isso aconteça, é necessária a Sase”, explica.

Com estreita parceria do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed) e da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), a Sase consegue atuar por meio de coordenadores e assistentes educacionais espalhados pelos 5.570 municípios do país.

Regina afirma acreditar em uma educação que constrói conhecimentos e valores de maneira que as experiências em matemática, língua portuguesa, ciências e geografia permitam que as crianças e jovens tomem decisões acertadas e consigam resolver problemas reais da vida.

Para isso, ela enfatiza a importância de um plano de carreira, do piso salarial e da atualização pedagógica dos profissionais da educação. “O professor é como um médico; ele precisa se atualizar cotidianamente, mensalmente e anualmente”, defende.

“Qualquer brasileiro comum é capaz de dizer que a solução dos problemas se coloca na educação. Educação previne problemas de saúde, violência, desigualdade, mas, para que isso aconteça, os professores precisam ser valorizados”, aponta a secretária.

Plano - Dentre as metas do Plano Nacional de Educação (PNE), Regina de Assis destaca a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Para ela, o documento será fundamental para definir quais valores éticos, políticos e culturais irão conduzir o trabalho dos professores.

“Hoje, quando vamos trabalhar um conceito, por exemplo, a sustentabilidade, você pode trabalhar isso em textos de língua portuguesa, articulados com cálculos em matemática, com análises regionais do ecossistema de onde essas crianças vivem, com a ciência e com as artes, que podem repercutir através de múltiplas linguagens”, exemplifica.

Nas palavras de Regina, a Base “incentiva os professores a trabalharem de forma agradável, buscando gerar memória para que a criança não esqueça o aprendizado, transformando uma simples informação em conhecimento, responsabilidade e ética”.

Os assuntos discutidos com a secretária Regina de Assis são apresentados no programa Educação no Ar, veiculado nesta quinta-feira, 18, às 9h10 e às 16h10, com reprise até domingo, em outros horários – na sexta-feira, às 8h e 19h; no sábado, às 20h; e no domingo, às 13h30.

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

PROVINHA BRASIL JÁ ESTÁ DISPONÍVEL NO PORTAL INEP

A Avaliação da Alfabetização Infantil/Provinha Brasil será disponibilizada, exclusivamente, por meio digital neste segundo semestre de 2016. A segunda etapa da prova está acessível no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), onde permanecerá por tempo indeterminado. A mudança de versão impressa para digital representará uma economia de R$ 10 milhões e repassará para as próprias escolas a responsabilidade pela avaliação.

A Provinha Brasil é um instrumento de avaliação processual que apoia o trabalho cotidiano dos professores. Ela é composta de cinco instrumentos, todos eles disponibilizados no portal: teste de leitura/aluno, teste de leitura/aplicador, teste de matemática/aluno, teste de matemática/aplicador, guia de Correção.

Cada prova contém 20 questões. O material do professor tem comentários sobre o que cada questão é capaz de avaliar, permitindo que o exame se torne um instrumento de intervenção pedagógica.

Acesse os testes e guia de correção da segunda etapa

terça-feira, 16 de agosto de 2016

VIOLÊNCIA CONTRA MULHER É TEMA DE PROJETO NAS ESCOLAS DO RN

Lançado no início de agosto em comemoração aos 10 anos da Lei Maria da Penha, o projeto ‘Maria da Penha nas Escolas’ tem percorrido escolas em cidades do Rio Grande do Norte com o objetivo de discutir a violência contra a mulher.
O projeto é executado pela Secretaria de Estado de Políticas Públicas para as Mulheres, mas conta com o apoio de outros órgãos do Estado, como a Coordenadoria da Defesa da Mulher e das Minorias (CODIMM), que faz parte da Secretaria Estadual da Segurança e da Defesa Social (Sesed).

Erlândia Moreira Passos, coordenadora da CODIMM, palestrou nesta segunda-feira (15) nas cidades de Brejinho e Monte Alegre. Para ela, o projeto é uma oportunidade de prevenir futuros casos de violência. “O projeto tem como finalidade principal apresentar para o público que a intenção da Maria da Penha não é punir os homens, mas sim proteger as mulheres da violência”, disse.

Durante as palestras nas escolas, são distribuídos folders e gibis sobre o tema.

Além disso, um material didático é entregue para professores e diretores das instituições de ensino para que o tópico se transforme em assunto recorrente nas discussões entre alunos e docentes.

A Secretaria de Estado de Políticas Públicas para as Mulheres mantém o número 0800 281 2336 para estimular que a violência contra a mulher seja denunciada. A ligação é gratuita.

MOSTRA MOSSORÓ DAS ARTES EXIBE OBRAS DE DOZE ARTISTAS DA REGIÃO

A XII Feira de Livro de Mossoró, que ocorre na Expocentro, de 17 a 21 de agosto, abriga a exposição Mossoró das Artes, um painel atual da produção das artes visuais mossoroenses.

Concebida em parceria com a Sociedade dos Amigos da Pinacoteca, a mostra exibe mudanças, paisagens, personagens, objetos, hábitos e usos da sociedade como formas de educar o olhar.

São apresentadas asobras dos artistas visuais mossoroenses Antônio Francisco, Clarissa Torres, Eduardo Falcao, Laercio Eugenio, Luana Cavalcante, Marcelo Amarrelo, Maria Freire, Nelson Oliveira, Ryron Montielly, Rogério Dias, Vanessa D´Oliver e Vicente Vitoriano.

Obras dos pintores integraram o Salão de Dorian Gray de Artes, promovido pela Sociedade Amigos da Pinacoteca (SAP), que esteve em cartaz durante mais de dois meses na Pinacoteca do Estado, localizada em Natal.

Durante a Feira do Livro de Mossoró será lançado e comercializado o catálogo do Salão de Artes Dorian Gray que traz uma mostra dos artistas e trabalhos expostos na coletica.

O Salão tem o apoio do Governo do Estado, através da Fundação José Augusto (FJA). Nesta coletiva dos mossoroenses a máxima quantidade não é qualidade cai por terra e dá lugar a outra afirmação: diversidade é qualidade.

A mistura de estilos, técnicas e visões artísticas confere à mostra um caráter ímpar, colocando no mesmo espaço traços inconfundíveis como o do artista Vicente Vitoriano e do pintor Nelson Oliveira. A exposição estará aberta ao público durante o período da feira.