terça-feira, 22 de abril de 2014

12ª DIRED ENTREGA A PROVINHA BRASIL


Hoje (22), durante o dia inteiro, as interlocutoras da Provinha Brasil, na 12ª DIRED – técnicas Sueleide Ferreira e Maria Helena – estão entregando, aos gestores da circunscrição, as provinhas para serem aplicadas aos alunos de suas escolas.

A técnica Sueleide Ferreira...
Antes da entrega, a interlocutora Sueleide Ferreira repassou as orientações, contidas no Manual de Instruções, para o dia da aplicação da provinha e como a escola deve recepcionar o aluno que vai fazer a avaliação.

... repassando as instruções aos gestores
De acordo com as orientações repassadas pela interlocutora, no dia da aplicação, as crianças devem ser acolhidas com uma leitura deleite e, em seguida, explicado a elas o procedimento da aplicação da mesma.

A gestora da E. E. Santa Delmira recebendo das mãos... 
Por fim, a interlocutora explicou que a provinha é aplicada pelo coordenador pedagógico e que, em seguida, os dados devem ser colocados no sistema.

... da diretora da 12ª DIRED - Magali Delfino e da interlocutora Sueleide Ferreira, as provinhas de sua escola

NOTA DA 12ª DIRED

Apresentação 

A Avaliação da Alfabetização Infantil – Provinha Brasil é uma avaliação diagnóstica que visa investigar o desenvolvimento das habilidades relativas à alfabetização e ao letramento em Língua Portuguesa e Matemática, desenvolvidas pelas crianças matriculadas no 2º ano do ensino fundamental das escolas públicas brasileiras. Aplicada duas vezes ao ano (no início e no final), a avaliação é dirigida aos alunos que passaram por, pelo menos, um ano escolar dedicado ao processo de alfabetização. A aplicação em períodos distintos possibilita a realização de um diagnóstico mais preciso que permite conhecer o que foi agregado na aprendizagem das crianças, em termos de habilidades de leitura e de matemática. 

Composta pelos testes de Língua Portuguesa e de Matemática, a Provinha Brasil permite aos professores e gestores obter mais informações que auxiliem o monitoramento e a avaliação dos processos de desenvolvimento da alfabetização e do letramento inicial e das habilidades iniciais em matemática, oferecidos nas escolas públicas brasileiras, mais especificamente, a aquisição de habilidades de Leitura e de Matemática. 

A Portaria Nº 867, de 4 de julho de 2012, instituiu o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa – PNAIC com a proposta de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental, conforme uma das metas previstas pelo Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação, utiliza a Provinha Brasil como meio de aferir os resultados. 

A Provinha Brasil é elaborada e distribuída pelo Inep, para todas as secretarias de educação municipais, estaduais e do Distrito Federal. Assim, todos os anos os alunos da rede pública de ensino, matriculados no 2º ano do ensino fundamental, têm oportunidade de participar do ciclo de avaliação da Provinha Brasil. A adesão a essa avaliação é opcional, e a aplicação fica a critério de cada secretaria de educação das unidades federadas. 

Ressalte-se que a data de aplicação da Provinha Brasil segue sendo uma decisão de cada rede de ensino. A novidade deste ano de 2013 é que, por conta das ações do PNAIC, o Inep está desenvolvendo um Sistema online para apoiar as redes de ensino que queiram lançar seus resultados da Provinha Brasil, gerar relatórios e analisar os dados de forma mais sistematizada. O referido sistema está em fase de finalização e em breve estará acessível às escolas e redes. 

Aplicação 

Quem é avaliado? 

A Provinha Brasil foi elaborada para ser aplicada às crianças que estão matriculadas no segundo ano do ensino fundamental de cada unidade de ensino. Diante da existência de diferentes regimes adotados nas escolas, participam da Provinha Brasil os alunos que estão: 

• no 2º ano: em escolas onde o ensino fundamental tiver duração de nove anos; 
• na 2ª série: em escolas onde o ensino fundamental tiver duração de oito anos e não possuir um ano anterior à 1ª série dedicado à alfabetização; 
• na 1ª série: em escolas onde o ensino fundamental tem duração de oito anos e possui um ano destinado à alfabetização, anterior a essa série, como classes de alfabetização ou o último ano da educação infantil dedicado ao início do processo de alfabetização. 

Apesar da diferença na média de idades dos alunos que farão o teste, isto não representa um problema, visto que o foco dessa avaliação está na contribuição da educação formal para a alfabetização. Por isso, se tomou como referência o 2º ano do ensino fundamental. 

Quem aplica? 

Dependendo do foco que o gestor atribua à avaliação, o teste poderá ser aplicado: 

• pelo próprio professor da turma, com o objetivo de monitorar e avaliar a aprendizagem de cada aluno ou turma; 
• por outras pessoas indicadas e preparadas pela secretaria de educação, com a proposta de obter uma visão geral de cada unidade escolar, das diretorias ou de toda a rede de ensino sob a administração da secretaria. 

É possível fazer uma junção desses dois objetivos, solicitando aos professores que realizem a aplicação e encaminhem uma cópia dos resultados para a secretaria de educação. Dessa maneira, ao mesmo tempo em que os professores terão um diagnóstico das suas crianças, os gestores da rede de ensino contarão com elementos para subsidiar a elaboração das políticas educacionais. 

Em qualquer um dos casos, para implementar a Provinha Brasil é necessário que as secretarias de educação planejem as formas de aplicação e correção dos testes, assim como a interpretação, a utilização e a divulgação dos resultados, de acordo com os objetivos definidos para a avaliação. 

Quem corrige? 

Os resultados poderão ser corrigidos pelo próprio professor da turma ou pelo aplicador do teste. 

Assim, o professor poderá saber o nível de desempenho de sua turma de modo imediato. Da mesma forma, os resultados de cada turma poderão ser coletados e agregados, a fim de ser ter um panorama da escola ou de toda a rede municipal ou estadual. Em 2013, por conta das ações do PNAIC, o Inep está desenvolvendo um Sistema online para apoiar as redes de ensino que queiram lançar seus resultados da Provinha Brasil, gerar relatórios e analisar os dados de forma mais sistematizada. O referido sistema está em fase de finalização e em breve estará acessível às escolas e redes.

Fonte: portal.inep.gov.br/web/provinha-brasil/provinha-brasil


sexta-feira, 18 de abril de 2014

ESCOLA ABERTA DO JERÔNIMO VINGT ROSADO ENTRA NA CAMPANHA FIOS DO BEM


O Programa Escola Aberta incentiva e apoia a abertura, nos finais de semana, de unidades escolares públicas. A estratégia potencializa a parceria entre escola e comunidade ao ocupar criativamente o espaço escolar aos sábados com atividades educativas, culturais, esportivas, de formação inicial para o trabalho e geração de renda oferecida aos estudantes e à população do entorno.


Na Escola Estadual Jerônimo Vingt Rosado Maia, localizada no conjunto 30 de Setembro, em Mossoró/RN, esse programa acontece com oficinas de Cabeleireiro, Manicure, Artesanato, além das disciplinas de Português e Matemática para quem deseja ingressar em cursos técnicos de Ensino Médio e Pré-Vestibular.

Na Escola Aberta...
... o atendimento é para a comunidade escolar
Após anúncio, na mídia, sobre a Campanha Fios do Bem, a coordenadora Maria Lúcia de Oliveira Ramalho interessou-se e divulgou na escola para quem se disponibilizasse em participar. “Ao saber da campanha resolvi de imediato com a oficina de corte de cabelo. Divulgamos na escola e logo uma aluna do noturno EJA, se sensibilizou e ofereceu seu cabelo para doação”.

Aluna Lucicleide Maria da Silva, 5º período "b" - noturno EJA...
... no passo a passo do...
... corte para a Campanha...
... "Fios do Bem"
Representantes da Liga do Câncer de Mossoró estiveram na escola para receber o material e agradecer por sua doação.

A entrega dos fios de cabelos...
... foi feita pela filha da doadora, de nome Alícia (também aluna da EE Jerônimo Vingt Rosado Maia) aos representantes da Liga do Câncer de Mossoró  
"Essa divulgação tem o objetivo de incentivar outros a participarem de tal campanha de solidariedade e amor ao próximo", disse a professora Regina Michelle. 

Texto (adaptado) e fotos: professora Regina Michelle.   

NOTA DA 12ª DIRED:

Um exemplo a ser seguido: assim pode ser descrita a campanha “Fios do Bem”. Com o desejo de ajudar mulheres em tratamento contra o câncer, a jornalista Raquel Louvain encabeça a campanha “Fios do Bem”. 

A iniciativa surgiu no Rio de Janeiro, com a tia de Raquel, Ana Claúdia Siqueira e, agora, desembarca em terras potiguares. O objetivo da ação - que teve início nesta segunda-feira (17) e segue até 30 de abril nos principais salões da cidade - é arrecadar cabelos de, no mínimo, 20 cm para serem doados as instituições Liga Contra o Câncer, Grupo de Apoio à Criança com Câncer e Casa Durval Paiva. 

“Para se ter uma ideia, de dez a doze cortes de cabelo podem proporcionar a fabricação de uma peruca”, destaca embaixadora da campanha “Fios do Bem” em Natal, Raquel Louvain. "O corte é gratuito e é muito fácil participar. Basta ligar para um dos salões que estão participando e agendar o corte", comenta. 

Cada salão participante da ação disponibilizou um ou mais dias da semana para atender as mulheres que participam da campanha. Por exemplo, no salão Perfil Cabeleireiros do Praia Shopping os cortes podem ser marcados de segunda à sábado, na Belezaria Natal nas quartas. Já no salão Lirêda Coiffeur do Natal Shopping às segundas e nas demais unidades na terça-feira e Marcos Galvão Cabeleireiro nas quartas. 

Continuidade 

“A Liga e o grupo Despertar já tem o maquinário. Nosso problema hoje é não ter um profissional que queira passar seu conhecimento de como confeccionar uma peruca às nossas voluntárias”, alerta Raquel. A ideia é que as voluntárias da Liga aprendam a confeccionar as perucas para que o projeto “Fios do Bem” não se encerre em abril. 

Os interessados em ajudar, podem contatar a própria Raquel Louvain pelo telefone (84) 8898-3416 ou na Liga Contra o Câncer 4009-5600 e o Grupo Despertar 4009-5510. 

Contatos Salões: 

Perfil Cabeleireiro do Praia Shopping 
Avenida Engenheiro Roberto Freire, 8790 - Ponta Negra. Tel.: (84) 3219-2964

Belezaria Natal 
Rua Apodi, 562 Tel.:(84) 2010-1110 

Marcos Galvão Cabeleireiro 
Avenida Afonso Pena, 548 Tel.: (84) 3212 1032 

Lirêda Coiffeur 
- Rua Francisco Borges de Oliveira, 1328 – Lagoa Nova. 
Tel.: 3206.1724 | 3206.6442 3234.7619 | 9102.8964 

- Rua Mipibú, 773 – Petrópolis 
Tel.: 3222.9447 | 3201.1614 | 3201.5830 | 9104.9235

- Natal Shopping, 
Tel.: 2020.1234 




quarta-feira, 16 de abril de 2014

SEMANA SANTA NO CEJA

Como sempre, nossos queridos jovens e adultos superam as nossas expectativas. E hoje (16/04/2014) não poderia ser diferente. Tivemos uma tarde maravilhosa, em clima de harmonia, na qual sentimos a presença do Transcendente entre nós. Tudo estava concatenado, embora as turmas tenham preparado suas apresentações em separado, no espaço de suas respectivas salas de aula. Foi impressionante e gratificante. 

Infelizmente, as fotos não têm poder de registrar/expressar a mágica e a singularidade deste evento escolar nesta semana abençoada. Música, dança, teatro, cartazes, reflexão, oração, testemunhos e diferentes lições deram vida e mais sentido à programação que foi elaborada pelos professores e tão bem executada, exclusivamente, pelos alunos. 

A todos enviamos os nossos parabéns e votos de uma Feliz Páscoa.

Agora, comecemos a nos preparar a próxima atividade do nosso projeto: a “Caminhada da Paz”, que será realizada no dia 26/04/2014 (exatamente na manhã do último sábado deste mês). 

Abaixo a programação da atividade de hoje: 

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA SANTA 2014

TEMA: É para a liberdade que Cristo nos libertou. (Gl 5,1) Com sua entrega total na cruz, Jesus Cristo possibilita que vençamos as situações de morte e nos concede a liberdade.

Refletir: Qual é a importância do sacrifício de Jesus para os Cristãos?
             O que simboliza a Páscoa para você? 

1. Abertura:

Fábio: Boa tarde, senhoras e senhores gestores, coordenadores, supervisores, enfim, toda a Família CEJA.

Fábio: Meu nome é Fábio...

Kênia: Meu nome é Kênia...

Fábio: Este é o momento de culminância das atividades sobre a CF (Campanha da Fraternidade 2014), realizadas neste Centro de Educação de Jovens e Adultos durante a semana, cujo tema escolhido foi: “É para a liberdade que Cristo nos libertou.” (Gl 5,1). Como todos nós sabemos, a liberdade é um dom precioso dado por Deus.

Kênia: Nesta Semana Santa, no decorrer das aulas, foi-nos dada a oportunidade de pôr em prática o objetivo desta sequência didática: estimular a reflexão cristã sobre a liberdade e inibir a maneira distorcida de entender a liberdade como direito de mandar em seus desejos, de fazer o que quiser, muitas vezes prejudicando o nosso próximo.

Fábio: Queremos enfatizar que viver a liberdade é, acima de tudo, amar, perdoar e respeitar o nosso semelhante.

Kênia: É saber que a liberdade, para ser plena, não pode caminhar com nenhum tipo de escravidão, pois tudo aquilo que limita o homem e o prende é escravidão.

Fábio: A bebida, o cigarro, a paixão, a droga, o consumismo, a vaidade, a inveja, o preconceito, a exploração sexual, a violência e o tráfico humano são exemplos de escravidão que não podemos e nem devemos aceitar o seu domínio sobre o nosso corpo e a nossa mente. Afinal, ser livre não consiste em fazer o que se quer, mas o que se deve. 

2. Apresentações: 

TURMAS DO ENSINO FUNDAMENTAL: 

4º PERÍODO – “A maior liberdade é justamente esta: ser capaz de governar a si mesmo.”

5º PERÍODO A – “Conhecereis a verdade e a verdade vos livrará.” (João 8,32)

5º PERÍODO B – “É livre quem deixou de ser escravo de si mesmo.” (Sêneca) 

TURMAS DO ENSINO MÉDIO: 

1º PERÍODO – “Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão.” (Gl 5, 1)

2º PERÍODO – “Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor.” (Gl 5,13)

3º PERÍODO – “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma.” (1 Cor 6,12)

BLOCO A1 – “Quem é bom é livre, ainda que seja escravo. Quem é mau é escravo, ainda que seja livre.” (Santo Agostinho).

BLOCO B1 – “Ser-se livre não é fazermos aquilo que queremos, mas querer-se aquilo que se pode.” (Jean-Paul Sartre).

BLOCO C1 – “Colocar limites em nós mesmos, baseados em valores que escolhemos como projeto de vida é também uma demonstração de liberdade.”

3. Metodologia:

 • Durante a semana, o professor deverá fazer a leitura das citações, explorando-as e debatendo-as com as turmas;

• Sugerir que façam cartazes com as respectivas citações;

• Motivar, mobilizar, orientar as turmas a fazerem dramatizações, apresentações musicais, dinâmicas relacionadas às citações que lhes foram apresentadas;

• Preparar (escolher, orientar, ensaiar) uma dupla de apresentadores (Sugestão: Fábio e Kênia). 

4. Providenciar:

• Lanche especial: cachorro-quente com suco de uva (servir apenas após as apresentações).

• Providenciar CDs com hinos/músicas religiosas para intercalar sua execução com as apresentações.

 Encerramento.














Texto e fotos: professora Josselene Marques

PNAIC I FORMAÇÃO DE MATEMÁTICA: ADVENTISTAS E ALUNAS DE ESPECIALIZAÇÃO


Respeitando as tradições de cada religião e, também, as atividades já programadas entre os professores cursistas, o PNAIC – Pacto Nacional de Alfabetização na Idade Certa – da 12ª DIRED designa uma professora orientadora para realizar a formação que acontece no sábado, na Escola Estadual Jerônimo Rosado Maia, e a transfere para o início da semana seguinte, especificamente, na terça-feira, no auditório da entidade.

Professora orientadora...
... Sueleide Ferreira e as professoras cursistas: adventistas e especializandas 
Desta forma, de comum acordo com as professoras cursistas, ficou acertado, a partir de agora, que as aulas funcionarão sempre nas terças-feiras, logo após a aula do sábado, com formação orientada pela professora Sueleide Ferreira.

A formação na 12ª DIRED segue toda a pauta
... elaborada no sábado anterior 
Participaram da formação: 

                               • Sandra (Nossa Senhora das Graças) 
                               • Alicinete (Santa Delmira)
                               • Rozimar (Padre Dehon)
                               • Lúcia Aquino (Alfredo Simonetti)
                               • Luciane (Gilberto Rola) 
                               • Nayara (Gilberto Rola)



O CÂMARA MIRIM 2014: DIVULGAÇÃO

Solicitamos de Vossa Senhoria a colaboração para divulgar nas escolas do 5° ao 9° ano do Ensino Fundamental da sua jurisdição, o concurso de Projetos Pedagógicos tendo como tema “O Câmara Mirim 2014”.


A Câmara dos Deputados vai realizar em 2014 a 9ª edição do Câmara Mirim. É quando 400 alunos do 5º ao 9º anos do Ensino Fundamental vêm a Brasília para ocupar o Plenário Ulysses Guimarães da Câmara dos Deputados e viram deputados por um dia. Eles ocupam o plenário, discursam na tribuna e votam nos projetos elaborados pelas próprias crianças. 

A vinda dos alunos para participar do evento está diretamente condicionada à participação de seu professor. Isso porque estamos realizando um concurso de projetos pedagógicos, tendo como tema o Câmara Mirim, para selecionar os professores que trarão as crianças para participar do evento. 

É bom salientar que os professores selecionados devem aplicar seu projeto pedagógico no seu ambiente escolar. As inscrições de projetos pedagógicos vão até 22 de abril de 2014. Daí serão selecionados os seis melhores projetos, cujos professores terão direito de trazer a Brasília até duas turmas de 5º ao 9º anos para participarem do Câmara Mirim em 30/10/14. 

Nesse caso, as despesas de hospedagem, alimentação e transporte ficam a cargo de cada escola, que deve mobilizar recursos próprios ou de seu município para trazer as crianças para a sessão mirim.


Os professores selecionados irão a Brasília de 31/08 a 06/09, COM TODAS AS DESPESAS PAGAS PELA CÂMARA, para participarem do programa Missão Pedagógica no Parlamento, onde participarão de aulas dialogadas, palestras, visitas, oficinas pedagógicas e temáticas, privilegiando a integração entre a teoria e a prática. 

Antes disso, haverá um curso online sobre Educação para Democracia, elaborado também pela Câmara dos Deputados. Com tudo isso, esperamos que a escola seja uma porta aberta de interação entre a Câmara e as escolas e, consequentemente, as crianças, visando promover a consciência cidadã de nossos pequenos brasileiros. 

Para participar, acesse: 


Mais informações em:



 Atenciosamente, 
Arandi Robson Martins Câmara 
Subcoordenador do Ensino Fundamental




ENSINO MÉDIO REÚNE OS PROFESSORES DO DIREDVEST


A coordenação do DIREDVEST realizou, no dia 12/04, uma reunião com professores e a equipe técnica pedagógica responsável pelo Ensino Médio, para planejar as ações do cursinho no ano de 2014. Estiveram presentes à reunião, que aconteceu no auditório da 12ª DIRED, as coordenadoras Goretti Silva e Elizete Amorim (técnicas pedagógicas do Ensino Médio) e os seguintes professores e suas disciplinas: 

                               • Gianny Pedrosa, de Biologia 
                               • André Penaforte, de Biologia 
                               • Vasco Pinto, de Química 
                               • Genival Filho, de Matemática 
                               • Francisco Xavier, de Matemática 
                               • Alderi Pereira, de Física 
                               • Valderi Dantas, de Física 
                               • Gomes Neto, de Geografia 
                               • Andréa Carla, de Geografia 

Na ocasião ficou decidido que: 

• O início será dia vinte e seis de abril e irá se estender até o dia da realização do ENEM. 
• O horário permanece semelhante ao ano passado, por área de conhecimento, quatros blocos de uma hora e vinte minutos, nos turnos matutino e vespertino; 
• Cem alunos em cada turno; os critérios de seleção são os mesmos dos anos anteriores: média 6,0, assiduidade e interesse em participar das aulas. 
• A elaboração e publicação de uma revista com os conteúdos a serem trabalhados no primeiro semestre, de abril a julho. 

Sobre a Revista: 

Cada professor encaminhará à DIRED, até o dia 22 de abril, tópicos dos conteúdos para quatro aulas, equivalentes ao primeiro semestre e por área de conhecimento... 

                               • Ciências Humanas e Suas Tecnologias; 
                               • Códigos, Linguagens e suas Tecnologias; 
                               • Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias; 

... seguidas de questões para discussão dos conteúdos propostos, baseadas nas questões do ENEM, de sugestões de livros, sites e blogs para pesquisas. Todo o material deverá ser enviado no layout do DIREDVEST, em pdf, fonte Tahoma, espaço 1,0.